Empresa começa a administrar estacionamento na Joaquina, em Florianópolis

Empresa começa a administrar estacionamento na Joaquina, em Florianópolis

Moradores reclamavam de abandono e pessoas foram flagradas fazendo cobrança irregular. Empresa ficará no local em caráter emergencial.

Uma empresa contratada pela Prefeitura de Florianópolis começou a administrar o estacionamento da praia da Joaquina na tarde de sexta-feira (24). O local estava sem exploração comercial desde que a Comcap se tornou autarquia e foi impedida de administrá-lo, em julho. Motoristas que usavam o espaço reclamavam do abandono e da falta de segurança na região. Na quinta, três mulheres foram identificadas pela prefeitura cobrando pelo estacionamento sem autorização.

Com isso, uma empresa que já explora estacionamentos do Centro de Florianópolis começou também a administrar o local em caráter emergencial até que um processo de licitação para o ponto da Joaquina seja feito. A empresa que agora está operando no local foi vencedora da licitação na gestão anterior e o contrato foi estendido para atender também a Joaquina, segundo a prefeitura.

Valores
De acordo com a assessoria de imprensa da prefeitura da capital, o estacionamento da Joaquina agora funciona das 6h às 20h. A tarifa é de R$ 5 por hora ou R$ 20 por até 10 horas de permanência.
Na quinta, o secretário de Transportes e Mobilidade Urbana de Florianópolis, Marcelo Eduardo da Silva, informou ao G1 que o caráter emergencial poderia ser de até 180 dias. “Isso foi enquadrado no artigo 24, inciso 7 da lei 8.666 de 1993. É um contrato aditivo de 180 dias, emergencial e posteriormente, a esse contrato, faremos novo processo licitatório”, afirmou Silva.

Atividade irregular
Na quinta-feira (23) três mulheres foram flagradas cobrando R$ 10 por veículo. Moradores denunciaram a situação e a Guarda Municipal retirou as mulheres do local.
O município não informou há quanto tempo o local estava sendo explorado indevidamente. Conforme o secretário Silva, a Secretaria Municipal de Serviços Públicos (Sesp) emitiu um auto de infração por atividade irregular sem autorização da prefeitura.
As mulheres foram flagras no local após moradores relatarem falta de segurança e abandono do estacionamento.

FONTE: https://g1.globo.com/sc/

Data de Postagem: 2017-11-27 11:14:42

MOBILISCAR Aluguel de carros em Porto Alegre Ligue 0800 602 4001