]
Grande Florianópolis decreta luto oficial de três dias em Santa Catarina

Grande Florianópolis decreta luto oficial de três dias em Santa Catarina

Confira as notas oficiais emitidas na manhã desta terça-feira, 29/11, sobre a tragédia ocorrida na Colômbia, pelo governo do Estado, Assembleia Legislativa, Associação Catarinense de Imprensa e Arquidiocese de Florianópolis:

 

DO GOVERNO DO ESTADO

"O governador Raimundo Colombo lamentou profundamente a tragédia ocorrida, na madrugada desta terça-feira, 29, com a delegação da Chapecoense que se deslocava para Medelin, na Colômbia, onde amanhã disputaria o primeiro jogo da final da Copa Sul-Americana contra o Atlético Nacional. O Governo do Estado decretou luto oficial de três dias em razão da tragédia ocorrida.

Consternado, Colombo lembrou que a Chapecoense, além de levar o nome de Chapecó e de Santa Catarina para todo o Brasil e a América Latina, estava fazendo história ao ser o primeiro clube catarinense a disputar a final de uma competição internacional.

Ainda chocado com as primeiras informações vindas da Colômbia, o governador manifestou solidariedade aos familiares dos jogadores, dirigentes e jornalistas, que estavam na delegação, e aos torcedores da Chapecoense neste momento de muita dor para o esporte de Santa Catarina e do Brasil.

O presidente Michel Temer telefonou às 8h15 para governador Raimundo Colombo prestando solidariedade pela tragédia ocorrida com a delegação da Chapecoense na Colômbia.

Temer informou que um avião da FAB deverá ir para Chapecó de onde transportará familiares dos jogadores, comissão técnica, dirigentes e de jornalistas para a Colômbia para a identificação dos mortos.

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Gelson Merisio, e o deputado federal João Rodrigues estão reunidos neste momento com o governador na Casa da Agronômica, na Capital".

 

DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA

"Fomos todos surpreendidos, hoje, pela trágica notícia do acidente aéreo envolvendo a equipe do nosso time de futebol Chapecoense, a caminho da Colômbia.

Toda a força para a família dos jogadores, da comissão técnica e dos jornalistas que acompanhavam a delegação. Aguardo, neste momento, na torcida para que as notícias que chegam da Colômbia sejam sempre as melhores possíveis.

Confesso que estou bastante impactado e comovido. As informações ainda não são precisas, portanto vamos seguir acompanhando com o coração apertado.

Esclareço, ainda, que apesar de programada a minha presença no voo acompanhando o time, optei por não fazê-lo por conta das atividades programadas no Legislativo esta semana.

Gelson Merisio"

 

DA ASSOCIAÇÃO CATARINENSE DE IMPRENSA

"Em face da terrível tragédia com a delegação da Associação Chapecoense de Futebol ocorrida na Colômbia, vitimando jogadores, técnicos, dirigentes e jornalistas a Associação Catarinense de Imprensa (ACI) manifesta seu profundo pesar com a imensa e irreparável perda que abala a sociedade catarinense e as famílias enlutadas. 

O clube de Chapecó notabilizou-se no Brasil pela determinação com que galgou posições no cenário esportivo nacional, chegando, com muito mérito, à elite do futebol brasileiro. 

Essa jornada foi construída pela dedicação de dirigentes, jogadores, apoiadores e patrocinadores. 

Parcela essencial desse retumbante sucesso deve-se aos  profissionais de imprensa que, com fidelidade jornalística, registraram para o mundo e para a História a edificante trajetória  da Associação Chapecoense de Futebol. 

Nesse momento de dor e luto, a Associação Catarinense de Imprensa(ACI) – em nome de todos os profissionais da mídia barriga-verde – quer homenagear a memória dos profissionais do Rádio, da Televisão, dos jornais, das agências de notícias e da assessoria de comunicação que pereceram no cumprimento do sagrado dever de informar a sociedade brasileira, ao tempo em que se solidariza com todos os seus familiares.   

Florianópolis, 29 de novembro de 2016.

 Ademir Arnon, Presidente.

Marcos Antônio Bedin, Diretor Regional do Oeste.

Associação Catarinense de Imprensa(ACI) – Casa do Jornalista"

 

DA ARQUIDIOCESE DE FLORIANÓPOLIS

O Arcebispo da Arquidiocese de Florianópolis, Dom Wilson Tadeu Jönck, emitiu uma nota de solidariedade as vítimas:

“Deixamos nossas condolências a Associação Chapecoense de Futebol, aos familiares das vítimas e toda Chapecó. Nos solidarizamos com toda a cidade”.

 

 

Nós da MobilisCar prestamos nossas condolências as familias, amigos e fãs dessas pessoas.

Data de Postagem: 2017-03-30 13:45:33