]
As dez melhores praias da ilha de Florianópolis

As dez melhores praias da ilha de Florianópolis

Pelas contas oficiais, a Ilha de Santa Catarina tem 42 praias. Há quem diga que, contando direitinho, o número chega a 100. Na vida real, porém, Florianópolis acaba tendo duas ou três praias -- que são as que você elege e volta sempre. Nós da Mobilis listamos 10 praias (e algumas alternativas) que atendem aos gostos de todos os públicos. Não está organizada em ordem de preferência, mas sim geográfica. 

 

DANIELA

Florianópolis - Daniela

Sossegada e familiar, fica num bairro de casas de veraneio, um pouco adiante de Jurerê -- mas sem a muvuca da vizinha famosa. A faixa de areia é estreita; o canto direito tem pedras, e o esquerdo, um manguezal. O mar é calminho, bom para ir com crianças pequenas. Avista-se o continente. 

 

JURERÊ

Florianópolis - Jurerê

É a praia do condomínio mais caro e desejado da ilha, Jurerê Internacional. Seu diferencial está nos charmosos restaurantes que existem ao final das vielas de estacionamento. No canto esquerdo da praia, com acesso controlado à areia, o Parador P12 é um dayclub, com piscina e ambiente de azaração (e à noite vira balada). A faixa de areia de Jurerê é estreita e o mar, calmo. Ao longo da praia há tendas que alugam cadeiras e vendem bebidas e lanches (os restaurantes estão pouco a pouco deixando de oferecer serviço de praia). A área fora do condomínio (todo o terço direito da praia) é conhecida como Jurerê Tradicional.

 

LAGOINHA

Florianópolis lagoinha

O nome oficial é "Lagoinha de Ponta das Canas", para diferenciar da Lagoinha do Leste. É uma ótima praia para levar crianças: a faixa de areia é larga, o mar é calmo e a densidade demográfica é menor do que em outras praias voltadas para o norte. A orla é ocupada por construções baixas; o que predomina na paisagem são os morros e o verde.

 

PRAIA BRAVA

Florianópolis Praia Brava

A Praia Brava localiza-se no extremo norte da Ilha de Santa Catarina, entre a praia da Lagoinha e a praia dos Ingleses, a 38 km do centro de Florianópolis, capital do Estado de Santa Catarina, e é uma das praias mais belas desta cidade. O acesso se dá pela rodovia SC-401, que leva às praias do norte. Uma pirambeira conduz a uma das melhores praias para surf da ilha. A praia é urbanizada, com muitos prédios de quatro andares. 

 

PRAIA MOLE

Florianópolis Praia Mole

Mesmo estando perto do centro, você tem a impressão de ter ido para longe da civilização: não há nenhuma construção à vista, só os morros recobertos de verde. O mar não é próprio para crianças e a areia é fofa demais para caminhadas. Nos últimos anos, os bares do meio da praia vêm se transformando em beach lounges patrocinados por grandes empresas -- mas sem o nariz empinado de Jurerê. O canto esquerdo é o preferido da turma GLS. No verão -- e mesmo em fins de semana quentes e ensolarados fora de temporada.

 

GALHETA

Florianópolis - Galheta

Praia selvagem, localizada dentro de um parque estadual. O nudismo é permitido (e pouco praticado). Dependendo do swell, o pessoal do surf se muda da Mole ou de Moçambique para lá. No verão é bastante freqüentada por gays. O acesso é por uma trilhazinha de 10 minutos a partir do canto esquerdo da Mole (que por sua vez está a pelo menos 20 minutos de caminhada do centro da praia). A vista um pouco antes de chegar é lindíssima. 

 

CAMPECHE

Florianópolis Campeche

É a continuação da Joaquina, mas com acesso mais fácil pelas estradas que servem o sul da ilha. A faixa de areia é larga e há ondas. Mas onde na Joaquina existem dunas, no Campeche há ruas e casas. Plasticamente não é das mais bonitas da ilha: a praia não tem recorte e o único relevo está em frente, na Ilha do Campeche. Mas o Campeche acabou entrando na rota dos que não querem enfrentar o trânsito para o norte e o leste da ilha; por conta disso, a área conhecida como Point do Riozinho

 

Ilha do Campeche

É visitada sobretudo por conta de suas trilhas ecológicas e inscrições rupestres. Apesar das trilhas serem o objetivo da vista, é difícil sair de uma praia de areia tão branca e água tão transparente. A prainha onde aportam os barcos dos visitantes é mais que perfeita. Faça esse passeio no primeiro dia de sol escandaloso da sua estada na ilha.

 

MATADEIRO

Florianópolis - Matadeiro

Escondida por um morro da visão de quem passa pela estrada, o Matadeiro é outra das praias preferidas pelos surfistas manezinhos (Guga Kuerten sempre fala de lá). Funciona como um anexo selvagem à urbanizada Armação, sua vizinha. Daqui sai uma das trilhas para a Lagoinha do Leste.

 

LAGOINHA DO LESTE

Florianópolis - Lagoinha

Costuma encabeçar todas as listas de praias mais bonitas da ilha. É totalmente selvagem e tem uma lagoinha que ora se comunica, ora não se comunica com o mar. Chegar é um dificíl: ou você vai por uma trilha íngreme que sai um pouco antes de Pântano do Sul (e leva 45 minutos), ou vai por uma trilha plana que sai de Matadeiro e contorna o costão (e leva 3 horas), apesar de o caminho ser dificil, a beleza dessa praia vale a pena. Na temporada barqueiros oferecem transporte, tanto do Matadeiro quanto de Pântano do Sul.

Data de Postagem: 2017-03-30 13:41:12